Património

Pote em cerâmica, decorado a cal

LocalLisboa / Lisboa
OrigemLisboa
Entidade TitularFundao Millennium BCP (BCP/93)
DesignaçãoPote em cerâmica, decorado a cal
CronologiaSécs. XI-XII
Dimensões18,8 cm altura, 20,6 cm largura máxima; 12 cm diâmetro boca; 11,7 cm diâmetro base
DescriçãoPote ou panela em cerâmica, fabricado com pasta rosada bem cozida e depurada. Tem bordo boleado com ligeira carena, colo curto cilíndrico, bojo globular com estrias de modelação horizontais e com duas asas verticais. A superfície exterior é decorada com motivos pintados a cal branca: três pinceladas horizontais no colo e na base, séries de três pinceladas verticais do colo à base e, no intervalo, bolbos de flores-de-lótus. Sendo uma peça decorada, seria inicialmente destinada a conter alimentos e não a cozinhá-los. Porém, as manchas escuras que apresenta, fruto de contacto com o fogo, indiciam que tenha sido esse o seu último uso. Esta peça foi encontrada nas escavações na Rua dos Correeiros, em Lisboa.
BibliografiaCláudio Torres e Santiago Macias, O legado islâmico em Portugal, Lisboa, Círculo de Leitores, 1998, pp. 98-99; Clementino Amaro, "Panela. Cerâmica", Portugal Islâmico. Os últimos sinais do Mediterrâneo. Catálogo de exposição, Lisboa, IPM, MNA, 1998, p. 157; J. Luís de Matos, "Pote", Núcleo Arqueológico da Rua dos Coreeiros, Lisboa, Fundação BCP, 1995, p. 38; Idem, "Pote", Lisboa Subterrânea. Museu Nacional de Arqueologia. Catálogo, Lisboa, Milão, Lisboa 94, Electa, 1994, p. 237; Jacinta Bugalhão e Deolinda Folgado, "O arrabalde ocidental da Lisboa islâmica: urbanismo e produção oleira", Arqueologia Medieval, 7, 2001, p. 129.
Categoria(s)Arqueologia Utensílios
ComentariosOrigem da imagem:Cláudio Torres e Santiago Macias, O legado islâmico em Portugal, Lisboa, Círculo de Leitores, 1998, pp. 98-99;
Images