Património

Escudela em cerâmica vidrada

LocalLisboa / Lisboa
OrigemLisboa
Entidade TitularFundação Millennium BCP (BCP/521)
DesignaçãoEscudela em cerâmica vidrada
CronologiaSéc. XII
Dimensões10,5 cm altura; 31 cm diâmetro máximo
DescriçãoEscudela em cerâmica, fabricada com pasta rosada bem cozida. Tem bojo carenado assente em pé de anel relativamente alto e saliente, sobrepujado por um toro em forma de anel saliente e estriado no limite do bojo e do pé. A modelação deixou rebordos e arestas vivas e sulcos acentuados. Toda a superfície é revestida com uma camada de vidrado acastanhado feito de óxidos de chumbo e ferro. A forma e as marcas de modelação enquadram esta peça na época islâmica tardia. Foi encontrada nas escavações da Rua dos Correeiros e seria, possivelmente, produto das olarias árabes de Lisboa.
BibliografiaAdalberto Alves, Em busca de Lisboa Árabe, Lisboa, CTT, 2002, p. 31; J. Luís de Matos, "Escudela", Núcleo Arqueológico da Rua dos Coreeiros, Lisboa, Fundação BCP, 1995, p. 37; Idem, "Escudela", Lisboa Subterrânea. Museu Nacional de Arqueologia. Catálogo, Lisboa, Milão, Lisboa 94, Electa, 1994, p. 238.
Categoria(s)Utensílios
ComentariosOrigem da Imagem: Adalberto Alves, Em busca de Lisboa Árabe, Lisboa, CTT, 2002, p. 31
Images