Património

Solar da Sempre Noiva

LocalArraiolos / Nossa Senhora da Graa do Divor
DesignaçãoSolar da Sempre Noiva
CronologiaFinal séc. XV- início séc. XVI
DescriçãoMandada edificar pelo bispo D. Afonso de Portugal, esta casa solarenga representa uma declinação mudéjar-manuelina do tardo-gótico alentejano. Planta quase quadrada, com dois pisos. A torre da fachada ocidental, de três pisos, foi a primeira estrutura do complexo e deve remontar ao início do séc. XV. Na fachada principal e na fachada norte, encontram-se janelas manuelinas de ajimezes e de arco em ferradura. A fachada sul é marcada por uma pequena capela com contrafortes cilíndricos e planta rectangular, sem ábside nem transepto. A larga e aparatosa escadaria exterior e as janelas de traçado idêntico às do Paço Real podem denunciar o mesmo mestre, talvez Martim Lourenço (Pedro Dias, 1994). Os elementos estruturais e a sua articulação revelam que o edifício foi sujeito a constantes alterações desde o séc. XV até ao séc. XVII. Em estado de ruína, encontra-se a ser recuperado há anos para dar lugar a uma unidade hoteleira.
Autor(es)Martim Lourenço (mestre de obras)?
BibliografiaPedro Dias, "Arquitectura mudéjar portuguesa: tentativa de sistematização", Mare Liberum, n.º 8, 1994, p. 78-79; Manuel J. C. Branco, "Palácio da Sempre Noiva", Discover Islamic Art. Place: Museum With No Frontiers, 2014; José Custódio Vieira da Silva, Paços medievais portugueses; Florentino Perez Embid, El mudejarismo en la arquitectura portuguesa de la epoca manuelina, Madrid, 1955; Paulo Pereira, A Obra Silvestre e a Esfera do Rei, Coimbra, 1990; Albrecht Haupt, A Arquitectura do Renascimento em Portugal, Lisboa, 1986; Carlos de Azevedo, Solares portugueses, Lisboa, 1988; G. Pereira, "Sempre Noiva", Estudos Diversos. Ed. J. Rosa, Coimbra, 1934.
Linkshttp://igespar.pt/pt/patrimonio/pesquisa/geral/patrimonioimovel/detail/70189/

http://www.discoverislamicart.org/database_item.php?id=monument;ISL;pt;Mon01;19;pt

http://www.monumentos.pt/Site/APP_PagesUser/SIPA.aspx?id=2757


Categoria(s)Arqueologia Urbanística e paisagem
ComentariosOrigem da imagem: Pedro Dias, "Arquitectura mudéjar portuguesa: tentativa de sistematização", Mare Liberum, n.º 8, 1994, p. 78-79;
Images