Património

Tabuleiro de Jogo do Moinho

LocalAlcoutim / Alcoutim
OrigemAlcoutim / Cerro de Santa Bárbara
Entidade TitularNúcleo Museológico de Arqueologia de Alcoutim (MA-72)
DesignaçãoTabuleiro de Jogo do Moinho
CronologiaPeríodo Islâmico
Dimensões23,7 x 18,8 x 4,3 cm
DescriçãoLápide de xisto, de formato triangular irregular, com linhas incisas numa das faces: três quadrados concêntricos divididos a meio por duas linhas horizontais e duas verticais que não atravessam o quadrado central. Esta lápide serviria de base à prática do Jogo do Moinho. O Jogo do Moinho terá sido introduzido na Europa ou pelos povos gregos ou fenícios, segundo alguns autores, ou pelos povos islâmicos do Norte de África, segundo outros. É praticado por dois jogadores, usando nove peças de cores distintas por jogador e o objectivo é conquistar as peças do adversário ou simplesmente imobilizá-las. Este tabuleiro foi encontrado nas escavações no Castelo Velho de Alcoutim, bem como outros igualmente destinados à prática deste jogo (MA-188, MA-190, MA-195, MA-196, MA-198, MA-202, MA-205, MA-213). Integra a maior e mais variada colecção de tabuleiros de jogo de cronologia islâmica de que se tem conhecimento em Portugal.
BibliografiaHelena Catarino, Manuela Teixeira e Fernando Dias, Jogos Intemporais: tabuleiros e pedras de jogo do Castelo Velho de Alcoutim. Guia da exposição, Alcoutim, Câmara Municipal de Alcoutim, 2011, pp. 20-21, 45.
Categoria(s)Recreio e jogos Arqueologia
ComentariosOrigem da imagem. Helena Catarino, Manuela Teixeira e Fernando Dias, Jogos Intemporais: tabuleiros e pedras de jogo do Castelo Velho de Alcoutim. Guia da exposição, Alcoutim, Câmara Municipal de Alcoutim, 2011, pp. 20-21, 45.
Images