Património

Candil em cerâmica com vestígios de vidrado verde

LocalMrtola / Mrtola
OrigemMrtola
Entidade TitularMuseu de Mrtola (CR/CF/0047)
DesignaçãoCandil em cerâmica com vestígios de vidrado verde
CronologiaFins séc. XI – 1ª metade séc. XII
Dimensões6,4 cm altura; 6,2 cm largura; 13,7 cm comprimento
DescriçãoCandil em cerâmica. Tem colo alto e estreito, corpo lenticular com uma asa vertical e bico comprido de formato "bico de pato", com secção em "U" e paredes exteriores fortemente facetadas. A superfície é clara e, no contacto do corpo com o bico, apresenta pingos informes de vidrado melado esverdeado. Este candil foi encontrado nas escavações na necrópole do Rossio do Carmo, em Mértola, e, dada esta localização, estaria possivelmente ligado a rituais fúnebres.
BibliografiaSusana Gómez Martínez, "Candil", Os signos do quotidiano: gestos, marcas e símbolos do Al-Ândalus. Catálogo da exposição, Mértola, Campo Arqueológico de Mértola, 2011, p. 74; Idem, Cerámica Islámica de Mértola: producción y comercio, Madrid, Servicio de Publicaciones de la Universidad Complutense de Madrid, 2006 (online).
Categoria(s)Iluminação
ComentariosOrigem da Imagem: Susana Gómez Martínez, "Candil", Os signos do quotidiano: gestos, marcas e símbolos do Al-Ândalus. Catálogo da exposição, Mértola, Campo Arqueológico de Mértola, 2011, p. 74
Images