Património

Cântaro em cerâmica engobada e decorada com manganês

LocalMrtola / Mrtola
OrigemMrtola
Entidade TitularMuseu de Mrtola (CR/PT/0030)
DesignaçãoCântaro em cerâmica engobada e decorada com manganês
CronologiaSéc. X-XI
Dimensões23,7 cm altura; 20,6 cm largura máxima; 12,2 cm diâmetro boca; 10,7 cm diâmetro base
DescriçãoPequeno cântaro em cerâmica, fabricado com pasta alaranjada de textura pouco compacta e com muitos elementos não plásticos. Tem bordo vertical em aba, colo cilíndrico levemente moldurado, corpo globular, base plana e duas asas verticais. A superfície é revestida com engobe alaranjado e decorada com óxido de manganês que adquiriu tons vermelhos e pretos conforme o local. O motivo decorativo é constituído por grupos de três linhas: dois grupos de linhas horizontais no colo e outros três repartidos pelas asas, e enquanto que, no bojo, grupos de linhas curvas enquadram um motivo vertical em ziguezague que descai até à base. Esta peça foi encontrada nas escavações de 1980-81 no criptopórtico na alcáçova do castelo de Mértola.
BibliografiaSusana Gómez Martínez, “Catálogo da cerâmica", Museu de Mértola. Arte Islâmica, Mértola, Campo Arqueológico de Mértola, 2001, p. 116; Cláudio Torres et al., "Cerâmica islâmica de Mértola – propostas de cronologia e funcionalidade", A Cerâmica Medieval no Mediterrâneo. Lisboa, 16-22 Novembro 1987, Mértola, Campo Arqueológico de Mértola, 1991, p. 525; Abdalhah Khawli, "Introdução ao estudo das vasilhas de armazenamento da Mértola islâmica", Arqueologia Medieval, 2, 1993, p. 72.
Categoria(s)Utensílios Hidráulica e irrigação
ComentariosOrigem da imagem:Susana Gómez Martínez, “Catálogo da cerâmica", Museu de Mértola. Arte Islâmica, Mértola, Campo Arqueológico de Mértola, 2001, p. 116;
Images