Património

Paço Ducal de Vila Viçosa

LocalVila Viosa / Vila Viosa
DesignaçãoPaço Ducal de Vila Viçosa
Cronologia1501-2 (início obras)
DescriçãoEdificado por iniciativa de D. Jaime, 4º Duque de Bragança, no início do séc. XVI. Já no final do século e início de Seiscentos, dá-se uma nova campanha de obras, sob ordens de D. Teodósio, a qual incutirá a fachada clássica do edifício. Apesar das sucessivas reformas, é possível vislumbrar ainda alguns traços do estilo manuelino original, em particular alguns troços de claro recorte mudéjar, como as arcadas do claustro ou pátio e a entrada da armaria, as quais se podem datar dos anos imediatos a 1513. Revestimentos com azulejos hispano-árabes. O duque mandou inclusivamente fazer um brasão neste tipo de azulejo, o qual se conserva no Museu do Azulejo. Possui colecção de pratos hispano-árabes.
Autor(es)Pero de Trilho, Afonso de Pallos, Martim Lourenço e Diogo de Arruda (mestres de obra, segundo Túlio Espanca)
BibliografiaPedro Dias, "Arquitectura mudéjar portuguesa: tentativa de sistematização", Mare Liberum, n.º 8, 1994, pp. 79-80; Túlio Espanca, Inventário Artístico de Portugal. Distrito de Évora, Concelho de Vila Viçosa, vol. IX, 1978; Rafael Moreira, “Uma «cidade ideal» em mármore. Vila Viçosa, a primeira corte ducal do Renascimento português”, Monumentos, n.º 6, 1997; J. M. dos Santos Simões, Os azulejos do Paço de Vila Viçosa, Lisboa, 1946; José de Monterroso Teixeira, “O Paço, passo a passo. A estratégia arquitectónica ducal (séculos XVII-XVIII)", Monumentos, n.º 6, 1997; Fundação da Casa de Bragança, O Paço Ducal de Vila Viçosa, Vila Viçosa, 2000
Linkshttp://igespar.pt/pt/patrimonio/pesquisa/geral/patrimonioimovel/detail/70205/

http://www.monumentos.pt/Site/APP_PagesUser/SIPA.aspx?id=2750

Categoria(s)Arquitetura
Images