Património

Lápide epigrafada assinalando a construção de uma torre em Silves

LocalFaro / Faro
OrigemSilves
Entidade TitularMuseu Arqueológico e Lapidar Infante D. Henrique (499)
DesignaçãoLápide epigrafada assinalando a construção de uma torre em Silves
Cronologia1227
Dimensões96,5 cm altura, 34 cm largura, 16 cm profundidade
DescriçãoLápide em mármore epigrafada assinalando a construção de uma torre em Silves pouco antes da reconquista da cidade. Tratava-se, possivelmente, de uma torre albarrã (extramuros) destinada a reforçar o sistema defensivo da cidade. Encontrada em 1874, quando foi aberta uma estrada para o novo cemitério. A inscrição é escrita em cursivo nasrida, em relevo, e está organizada ao longo de 10 regras. Tradução da inscrição: “Em nome de Deus, o Clemente, o Misericordioso. Abençoe Deus a Muhammad e a sua família. Ordenou a construção desta torre o emir [… filho de... Abū Yū]suf, filho de califa, emir dos crentes, Abū Ya'qūb, filho de califa, emir dos crentes, Abū Muhammad 'Abd al Mū'min ibn 'Alī – Que Deus aceite as suas boas obras e lhe perdoe as más! E isto no mês de Ramadão o respeitável do ano de seiscentos e vinte e quatro" (entre 15 de Agosto e 13 de Setembro de 1227). O nome de quem mandou fazer a construção, patente na terceira linha da inscrição, foi intencionalmente apagado. Segundo Lévi-Provençal, seria Abu I-Ula Idris, filho de Yakub al-Mansur, e fora Shuaib Ibn Mohammad Ibn Mahfuz quem ordenou o apagamento do nome quando formou em Silves um pequeno reino independente em oposição ao almóadas.
BibliografiaCláudio Torres e Santiago Macias, O legado islâmico em Portugal, Lisboa, Círculo de Leitores, 1998, pp. 198, 204-205; Artur Goulart de Melo Borges, “Lápide comemorativa”, in Discover Islamic Art. Place: Museum With No Frontiers, 2014; Mário Jorge Barroca, Epigrafia Medieval Portuguesa (862-1422), vol. III, Lisboa, FCG, FCT, 2000, pp. 68-69; Dália Paulo, A Casa Islâmica. Catálogo, Faro, Câmara Municipal de Faro, 2000, pp. 69-70; Rosa Varela Gomes e Mário Varela Gomes, Palácio Almoada da Alcáçova de Silves. Catálogo, Lisboa, Museu Nacional de Arqueologia, 2001, p. 137; Artur Goulart de Melo Borges, “Lápide comemorativa da construção de uma torre”, Portugal Islâmico, Lisboa, 1999, pp. 220-221; Con. Botto, Glossário crítico dos principaes monumentos do Museu Archeologico Infante D. Henriques, Faro, 1899; Institut Français d'Archeologie Orientale, Répertoire chronologique d'epigraphie arabe, 10, Cairo, 1939; Lévi-Provençal, "L'inscription almohade de Silves", Mélanges George Le Gentil, Paris, 1949, pp. 257-262; A. R. Nykl, "Arabic Inscriptions in Portugal", Ars Islamica, 11-12, 1946, pp. 167-183; Ana Labarta e Carmen Barceló, "Inscripciones Árabes Portuguesas: Situación Actual", Al-Qantara, vol. VIII, Madrid, 1987, pp. 416-417.
Linkshttp://www.discoverislamicart.org/database_item.php?id=object;ISL;pt;Mus01_C;33;pt
http://www.museuarqueologia.pt/?a=19&x=3

Categoria(s)Arqueologia
Images